Realidade aumentada: uma mais-valia na gestão de ativos físicos

20 Jun 2022
Partilhar
Facebook LinkedIn Twitter

Miguel Salgueiro, Founder Partner da NextBITT, deixou à ‘Executive Digest’ um depoimento sobre a temática da gestão dos ativos físicos, a sua importância para as organizações e as soluções que existem no mercado.

 

– Em que consiste a gestão de ativos físicos e qual a sua importância para as organizações?

A gestão de activos físicos permite numa primeira fase ter um cadastro permanentemente actualizado, com o objectivo de gerir o seu ciclo de vida útil, permitindo as Organizações ter uma visão integrada do mesmo, agindo sempre que possível com base em dados gerados por alarmística gerada por diferentes tipos de sensores.

 

A nossa equipa tem vindo a desenvolver vários projetos que pretendem controlar os equipamentos e instalações dos nossos clientes que se encontram dispersos geograficamente ou reunidos numa mesma instalação. Neste sentido, a nossa solução tira partido das tecnologias mais recentes como NFC ou geo-referenciação para garantir uma rastreabilidade completa dos ativos físicos de uma organização ao longo do seu ciclo de vida. Quer no que diz respeito ao controlo de custos, quer na vertente operacional de disponibilidade e operação de cada equipamento.

 

Os nossos projetos caraterizam-se por garantir uma integração simples e eficaz da plataforma NextBITT com o restante ecossistema tecnológico do cliente, seja com ERP’s seja com sistemas de gestão centralizada de edifícios ou sistemas SCADA em ambiente fabril.

 

Já os nossos clientes, ao adotarem a tecnologia NextBITT, passam a ter uma visão integrada de todas as intervenções em todo o seu património, disperso pelo território nacional e internacional. Neste tipo de projetos, a nossa plataforma gere todas as inspeções periódicas, certificações, reparações e modificações de infraestrutura, etc. Por outro lado, é através da nossa plataforma que é efetuada a comunicação entre os diversos prestadores de serviço (manutenção, limpeza, catering, estafetagem, mudanças, etc.) ao nível da atribuição de trabalhos, gestão de documentos associados, controlo de custos, catálogo de serviços, etc. tanto ao nível dos edifícios centrais quer ao nível de toda a rede de lojas.

 

– Quais os setores que merecem uma atenção especial na gestão de ativos físicos?

Na realidade, a NextBITT tem ao longo dos anos conseguido alcançar os lideres das diferentes industrias, desde as telco, à saúde, passando pelo retalho e ferrovia até à banca. Não existe um sector em especifico, o que se passa é que organizações com um grande parque de activos físicos dispersos, ou edifícios que congregam numa só instalação grande complexidade, por exemplo, centenas de colaboradores, com milhares de pedidos diferentes, com as mais diferentes maquinas de suporte à instalação que requerem uma assistência continua e cuidada, tornou-se vital para as organizações a adoção da tecnologia NextBITT para dar suporte a todos os eventos de forma eficaz e de custo controlado.

 

– Que soluções podem ser implementadas?

A tecnologia NextBITT é única, focada em Asset & Facility Managent, IoT, Field Service & Sustanability!

 

Hoje, desde o inventário permanente, ao cadastro de todos os ativos físicos, numa única plataforma, que ao mesmo tempo integra e monitoriza todo o tipo de pedidos e ou alarmística de equipamentos, a NextBITT tornou-se uma referência.

 

Desta forma é garantida a gestão Integrada de ativos físicos, desde as próprias infraestruturas até aos equipamentos clínicos, passando pelo ativos de IT, ou gestão de compras e stocks, manutenção e Facility Services (Hard & Soft Services) com base num workflow de atividades que garante a notificação automática dos vários intervenientes sempre que a sua ação é necessária, ou apenas numa perspetiva informativa de modo a que todas as tarefas relacionadas com a operação sejam do conhecimento dos diversos níveis da estrutura interna, bem como dos principais prestadores de serviço.

 

Adicionalmente a tecnologia NextBITT assente na gestão documental, disponibiliza o módulo de auditorias, que garante o registo de auditorias de qualidade, ambiente, conformidade, etc. (EX: auditorias aos prestadores de limpeza, manutenção segurança ou outros, auditorias de conformidade com os requisitos de certificação, auditorias de conformidade com exigências legais, etc.)

 

Trabalhamos numa filosofia de “agilidade”, empregando nos nossos projetos as melhores e mais recentes praticas internacionais. O nosso foco é estar sempre na linha da frente, procurar liderar com inovação e com qualidade de serviço. A nossa visão está na integração do ecossistema da gestão de ativos físicos, por diferentes softwares e até diferentes hardwares, e desta forma o gestor no seu dia a dia, apenas tem que consultar a app mobile NextBITT, e atuar!

 

As nossas soluções trazem valor acrescentado todos os dias às empresas que operam em mercados como Facility Management, Industrial Maintenance, Fleet Management, Waste management, Telecomunicações e muitos outros. Todo o controlo e recolha de informação é garantido por uma app móvel intuitiva que garante uma recolha eficiente de toda a informação diretamente do responsável pela execução do trabalho.

 

Por outro lado, nos últimos tempos e a título de exemplo, a NextBITT já tem sido solicitada ainda na fase de projecto de edifícios, para integração com BIM – Building Information Modeling, ou seja, a digitalização da gestão de ativos físicos passou a ter maior destaque desde o “desenho e projeção do edifício”, bem como na identificação de diferentes tipos de sensorização.

 

A flexibilidade e agilidade da tecnologia NextBITT, desde a sua raiz sempre foi pensada, para ser permanentemente transversal as áreas não core dos nossos clientes. De salientar, que a mesma tecnologia que “gere” a manutenção preventiva de um grande hospital, ou da sede de um Banco, é a mesma que também monitoriza, o consumo de energia, a estafetagem, a jardinagem, a limpeza, ou um pedido de catering! No final do dia, ajudamos os nossos clientes a gerir todos os seus SLAs – Service Level Agreement de forma integrada.

 

– Qual a importância de uma manutenção preditiva para as empresas?

A manutenção preditiva representa o estágio de evolução mais evoluído ao nível da gestão da manutenção. Assenta no pressuposto de que um ativo deve ser intervencionado apenas e quando for necessário, com base na monitorização continua da condição do mesmo. Tecnologias associadas a IoT (“internet of things”) e AI (“Artificial intelligence”) vieram agilizar e simplificar significativamente a implementação desta metodologia em todos os setores de atividade económica.

 

Está comprovado que a adoção desta metodologia permite aumentar a disponibilidade dos ativos, melhorando significativamente a produtividade dos processos que deles necessitam, reduzindo simultaneamente o custo operacional uma vez que as intervenções e consequentes substituições de peças e consumíveis são efetuadas apenas quando se justifica e não de forma calendarizada, como acontece com manutenção preventiva sistemática. Neste sentido, as empresas beneficiam, tipicamente, de mais tempo de operação dos ativos por um custo operacional mais reduzido.

 

– Que papel pode ter a cloud na gestão de ativos físicos?

Maior centralização de dados – Usar soluções em Clould elimina a necessidade de mais de um servidor ou local digital para armazenar informação confidencial e importante relacionada com gestão de ativos. A Clould também pode ajudar muito na criação de inventários e registos mais precisos, de forma a otimizar o armazenamento de dados.

 

Maior escalabilidade – A Clould permite que uma organização seja muito mais flexível em aumentar ou diminuir a escala, de acordo com a quantidade de dados de ativos que estão a ser geridos a qualquer momento. Com a Clould, a escalabilidade é um dos pontos fortes inerentes às empresas de gestão de ativos.

 

Acessibilidade e versatilidade – A utilização da Clould não tem apenas como objetivo armazena informação centralizada, mas também permite que pessoas autorizadas acedam à informação de qualquer local a qualquer momento. Isso pode melhorar muito os processos gerais da organização e de forma geral permite dar resposta mais rápida a problemas.

 

O uso da Clould para gestão de ativos oferece uma infinidade de vantagens que podem melhorar muito todos os aspectos do modelo de negócio e da estratégia da organização.

 

 – E a realidade aumentada, pode ser uma mais-valia?

Sim, acredito que a realidade aumentada terá uma utilização frequente a muito curto prazo, seja em edifícios de serviços que possam beneficiar de modelos BIM que permitam identificar equipamentos e infraestruturas ocultas por tetos falsos ou paredes, como sistemas que permitam visualizar parâmetros operacionais de ativos em tempo real, como por exemplo temperaturas, humidade, histórico de intervenções ou quaisquer outras informações que possam ser relevantes para um técnico que se aproxime de um ativo.

Fonte: Executive Digest

Aqui pode encontrar mais notícias sobre a NextBITT ou descubra como o podemos ajudar

Notícias Relacionadas

05 Dez 2022
Nextbitt: a ‘ajuda preciosa’ para a indústria automóvel

A Nextbitt surgiu em 2015 e desde ai que nunca mais parou.

02 Nov 2022
Sabe qual é a pegada de carbono do seu edifício?

A maioria das empresas não sabe qual a eficiência energética

13 Out 2022
Entrevista Nextbitt no minuto Corporate Finance

Miguel Salgueiro, CEO da Nextbitt, é o convidado para a rubri

28 Set 2022
Aposta na transformação ambiental das organizações em Portugal

No final do ano passado, a União Europeia decretou que as org

Usamos cookies em nosso site para oferecer suporte a recursos técnicos que melhoram a experiência do utilizador.

Também usamos serviços de análise e publicidade. Para cancelar, clique para obter mais informações.